Fefa Pimenta Shampoo Sólido Sabonete Natural

Olá meus Leitores Malaguetas!

E chega a hora de um dos assuntos mais aguardados da série “sabonetes naturais”: vamos falar sobre o uso nos cabelos? Todos(as) preparados(as)? Então, vem comigo!

A introdução sobre o que são os sabonetes naturais e seus benefícios vimos aqui. E não é novidade a essa altura: os sabonetes naturais possuem fórmulas equilibradas, com base em óleos e manteigas naturais e são perfumados com óleos essenciais, que muito mais que simples “cheirinhos” (que são maravilhosos, claro!) possuem propriedades terapêuticas (e os óleos essenciais nos sabonetes naturais é tema futuro! rs).

Já abordamos sobre a versatilidade dos sabonetes naturais (e se você perdeu, veja aqui), ou seja, essas lindas barras mágicas de sabonetes naturais podem (e devem!) ser usadas no corpo inteiro. E isso inclui os cabelos. Ei, pára tudo, Fefa, vou passar sabonete no cabelo?

Vai sim e sem nenhum problema! Vale recordar: esqueça os sabonetes convencionais, os sabonetes naturais possuem fórmulas que limpam em hidratam e mantém o sebo natural equilibrado, bem como a sua pele saudável e também é capaz disso no couro cabeludo.

Claro que, existem alguns sabonetes naturais que possuem aditivos que não seriam apropriados para o uso diário nos fios, como a argila ou a dolomita, por exemplo ou fórmulas com esfoliantes naturais (sal, cristais de quartzo e aveia em flocos), embora há quem use os sabonetes naturais com argila na função de um “shampoo anti resíduos”, ou seja, para casos de necessidade de uma limpeza mais profunda (mas nesse caso, a indicação seria o uso uma vez por semana e com cuidado para que seja apenas no couro cabeludo, não deve ser aplicado diretamente nos fios).

Para facilitar, existem formulações com óleos e manteigas vegetais e óleos essenciais que são mais indicados e mais “amigos” dos cabelos e por isso, são denominados Shampoos Sólidos Naturais.

Mas cheguei até aqui para dizer que não existe, tecnicamente, diferença entre os sabonetes naturais e os shampoos sólidos naturais: por isso, você pode usar um shampoo sólido natural no corpo e pode, usar um sabonete natural nos cabelos, que se adeque ao seu tipo capilar, sem o menor problema. A diferença de nomenclatura é apenas para facilitar a sua escolha: já que como disse, os shampoos sólidos naturais já são formulados com o foco nos cabelos.

Dito isso, é só procurar aqueles shampoos sólidos que irão atender a necessidade do seu couro cabeludo e fios. Existem diversas opções, com aditivos como a henna (que não vai tingir, pois perde essa propriedade, mas vai tratar caspa, seborreia e oleosidade), com óleos essenciais tonificantes como o patchouli e o ylang ylang, ou ainda com óleos essenciais que conferem brilho aos cabelos, como o de laranja e o de alecrim (esse último ainda auxilia no crescimento capilar).

E para quem é adepto da rotina low-poo: é totalmente indicado o shampoo natural, pois limpa sem agredir, hidrata e não contém silicones ou qualquer ingredientes sintéticos, além de ser livre de parabenos, BHT e EDTA.

A opção shampoo sólido é super prática e há quem adore essa característica, pois é fácil de transportar em malas de viagens, bolsas de academia, ou fica ali, compacto na prateleira do seu banheiro. E tem uma durabilidade maior, porque você pode dividir em partes menores as barrinhas do shampoo e usar uma por vez.

Fefa Pimenta Shampoo Sólido Sabonete Natural

Sempre que converso sobre os shampoos sólidos naturais, a primeira pergunta é: como usar? (eu tenho uma dica de limpeza de couro cabeludo, mas é o tema do próximo post, por isso, aguarda e passa aqui! rs), mas posso adiantar que é simples.

Como eu uso:

Com as mãos, faço muita espuma e mentalizo meu cabelo dividido em quatro partes (momento Jedi da lavagem capilar, rs), isso é apenas definir onde vou aplicar a espuma. E vou aplicando essa espuma e massageando com a ponta dos dedos (é ótimo para ativar a circulação na área!). Deixo essa espuma descer pelos fios delicadamente.

O importante é não esfregar os fios um dos outros, porque isso danifica. Fio de cabelo não é roupa não, gente! Rs (isto vale no uso de qualquer shampoo no mundo!). Uso o condicionador e não preciso mais de leave-in ou creme de pentear (jamais imaginei que isso seria possível nessa vida! rs) e apenas aplico um óleo vegetal nas pontas, depois que o cabelo secou.

Mas já aconteceram dias de pressa (aqueles que desligamos o despertador e o que parece um piscar de olhos se transforma em 40 minutos de atraso!) e sim, admito que usei a barra de shampoo sólido direto no couro cabeludo, fiz espuma ali mesmo e espalhei com a ponta dedos, massageando rapidamente porque o tempo era curto e sabe, deu certo do mesmo jeito! (sem neuroses, porque shampoo natural é só alegria! rs).

Obs.: meu cabelo está enorme e muito volumoso, por isso, encontrei esse jeitinho, mas fique à vontade para encontrar o seu!).

Como em toda mudança (uma transição de líquido para sólido), pode ser que seu cabelo exija um tempo de adaptação. No meu, demorou umas duas semanas para que ele aceitasse lindamente os shampoos sólidos (mas agora meu cabelo não quer outra vida). Depende do tipo do shampoo que vai ser o ideal ao seu cabelo (óleos e manteigas vegetais, aditivos e óleos essenciais apropriados), depende do modo de lavagem e depende, principalmente, dos demais produtos que você usa (ou que fazia uso) nos fios (produtos capilares com silicones, por exemplo,são cumulativos nos fios e nesse caso, a ação do tratamento é mais lenta: perceber os resultados pode demorar).

Que tal experimentar um modo diferente, natural, terapêutico e simples de lavar os seus cabelos?

Eu apoio totalmente essa ideia!

Beijos malaguetas!

Obs.: sugestão para complementar essa leitura:
 Por que usar sabonetes naturais?
 Sabonetes Naturais no corpo inteiro? E sabonete íntimo, precisa?

Logo Fefa Pimenta

20 thoughts on “O Shampoo Sólido Natural

  1. Hummmmmmmmmmmmmm…Fefita, eu “ouvi” vc dizer ali em cima que usa condicionador????É desses que usa-se normalmente??
    Eu NUNCA uso condicionador…nem pentes…nem escovas…meus cabelos não embaraçam (MORRAM DE INVEJA!!!!!) …ok ok ok..quando o meu chegar eu devo SENTIR se preciso ou não,né??Tá bom…então ô dona ansiedade:AQUIETE-SE…beijus…

    • Di, sim sim eu uso, porque meu cabelo tem volume, mas uso apenas do “meio para as pontas” e beeem pouquinho é suficiente (um condicionador rende muito no meu cabelo, por causa da ajuda dos shampoos sólidos). Olha, eu uso condicionadores de marcas com fórmulas naturais e amigas, gosto da multivegetais (gostei do argan), da surya (apenas a linha fixação da cor, um vermelhinho), o maria da selva da cativa e o de castanha da Ewé (um dos meus preferidos).

      Mas se vc já não usa condicionadores agora com os shampoos com tensoativos suuuper agressivos (poxa, morri mesmo! rs) certamente não vai precisar deles mesmo com o shampoo sólido. Vamos ver como seu cabelo responde.

      Beijos Malaguetaaaaas

  2. Fefa, querida, me conta mais sobre o óleo vegetal que você passa nas pontas depois de lavar o cabelo?
    Qual óleo? Quando eu tento com óleo de coco fica pegajoso demais.
    É que queria abandonar o condicionador e usar só o shampoo sólido e um óleo pras pontinhas, que ficam meio ressecadas sem condicionador. Será que é possível?
    Vou passar na loja e escolher sabonete e shampoo novos! 😀

    Gratidão, beijo.

    • Olá Bárbara! Claro que conto tudo! O meu cabelo gosta muito dos óleos de pracaxi, castanha ou gergelim. Desde sempre foi assim e de fato, o óleo de coco puro no meu cabelo tb nunca deu certo (embora ele seja maravilhoso e se adeque em muitos cabelos). Mas uma coisa é certa: cada cabelo tem o óleo vegetal preferido, é um universo bem individual…normalmente o pracaxi dá certo em muitos casos, porque não começa experimentando ele ou quem sabe o castanha, que é bem versátil? Já usei até o óleo de maracujá e ficou bom também.

      E a gente não sossega, isso é fato, kkk eu estou como vc, depois da transição para shampoos sólidos, estou começando a iniciar esse processo do condicionador, pelo menos usar menos ou só em alguns dias! Depois conto tudo dessas aventuras! rs Um beijo enorme em vc! =*

  3. Fefa , comecei hoje a minha trasincao para produtos naturais ,Lavei o cabelo com shampoo em barra bio, e condicionei com condicionador dr orgânic, também natural. O meu cabelo ficou oleoso como nunca, porque será?

    • Olá Maria, tudo bem? Na verdade existe um período para essa adaptação e é bem particular esse tempo. Pode acontecer duas coisas: 1) ser mesmo essa adaptação do seu couro cabeludo a essa nova realidade de limpeza sem agressão e equilibrada com óleos e manteigas vegetais ou; 2) se com o tempo você continuar sentindo isso, pode ser que o conjunto de óleos e manteigas dessa formulação que você escolheu seja um pouco mais potente em relação ao que o seu cabelo precisa. Então é realmente ir sentindo as respostas dos seu cabelo.

      Tente diminuir a quantidade usada de condicionador (e utilize apenas nos fios, nunca na raiz!). E você já tentou intercalar o uso do seu shampoo sólido com um sabonete natural de argila? pode ajudar – intercale nas lavagens ou lave primeiro com o sabonete natural de argila e depois o shampoo sólido. E conte como está sendo a evolução, viu? Beijos enormes

  4. Dúvida:
    Vc afirma que Sabonete natural é igual a Xampu sólido.
    Isso significa que posso usar um sabonete tipo côco da granado( sem sulfatos) como Xampu?
    Já faço isso, especialmente quando uso óleo no cabelo, mas no grupo de low/no poo comentaram que são diferentes e portanto um não substitui o outro.
    Obrigado!

    • Olá Eliane querida. Sim, o sabonete natural é tecnicamente igual ao shampoo sólido natural pois o método para a elaboração – que pode ser o método a frio (cold process) ou o metódo a quente (hot process) – é o mesmo. No shampoo sólido apenas selecionamos óleos e manteigas vegetais, óleos essenciais e demais ativos que em sinergia, podem ajudar em diversas finalidades nos fios.

      No entanto repare: falo isso para sabonetes NATURAIS, elaborados nesses métodos. Embora um sabonete não possua sulfatos, por exemplo, não pode ser considerado natural. Logo, o que afirmaram no grupo está corretíssimo: esse produto foi formulado com o foco em ser um sabonete, será que estaria equilibrado para tratar dos fios? – muitos têm uma limpeza mais acentuada, não compensam na emoliência e embora não tenham sulfato, tb não possuem ativos que ajudam terapeuticamente em tratamentos. Entende o que quero dizer?

      Espero que eu tenha ajudado! Beijos

  5. Oi Fefa, tudo bem?

    Estou iniciando minha transição para os produtos mais naturais e amei esse post! Tenho luzes no cabelo, qual sabonete ou shampoo sólido você indicaria?

  6. Olá.

    Gostaria de saber se em uma rotina mais natural o condicionador poderia ser dispensável?
    Ao dispensar o cabelo ficaria danificado? Meu cabelo é ondulado 2c e misto.

    Esse shampoo Solido limpa as impurezas como a poluição?

    • Pamella, a limpeza dos shampoos sólidos é mais suave sim, mas limpa impurezas diárias, como a poluição. No caso do condicionador, depende bastante do seu cabelo. Em alguns casos é possível dispensá-lo, em outros, optar por soluções mais naturebas ainda como o vinagre diluído, ou até mesmo uma finalização com manteigas e óleos vegetais – que podem ser um óleo capilar com uma proposta em sinergia ou mesmo um óleo vegetal genuíno e puro. Você vai ter que experimentar como será no seu cabelo, pois os produtos naturais respeitam essa individualidade. Beijos

  7. Olá fefa flor, tudo bem? Comprei seus óleos ( coco e castanha) e (pracaxi e alecrim).
    Finalmente larguei os óleos minerais! Quanta diferença já na primeira aplicação! Rsrs.
    Fefa, tenho algumas dúvidas :
    ***posso usar esses óleos no couro cabeludo? Caso sim, pode permanecer no couro cabeludo ou tenho que lavar depois?
    *** posso usa-los diariamente nos fios, tanto seco ou molhados?

    Fefa…amei seus produtos! Fiquei imensamente feliz em recebe – los!
    Sucesso e dias perfumados pra vc tbm! 🌺🌼❤😙

    • Olá Alexandra, que alegria saber disso, viu?
      Suas perguntas são ótimas!
      1 – você pode aplicar como um tônico, principalmente o que contém alecrim, pois vai estimular os bulbos capilares. Nesse caso, use com parcimônia em poucas quantidades, o suficiente para o couro cabeludo absorver e faça movimentos circulares com as pontas dos dedos. Normalmente é mais agradável aplicar a noite, antes de dormir em dias que você sabe que o dia seguinte vai lavar os cabelos, assim você fica mais tempo com ele em contato com o couro cabeludo. Faça isso apenas uma vez por semana.
      2 – pode usá-los diariamente nos fios sim, tanto secos ou molhados (de acordo com o que você melhor se adaptar) e inclusive fazer umectações noturnas com eles: aplicações nos fios durante a noite – também sem exageros, não precisamos melecar, apenas coloque uma porção suficiente para que os fios fiquem cobertos com uma fina camada, isso facilita a retirada tb no dia seguinte. Isso ajuda a manter a maleabilidade e beleza dos fios!

      Como não contém silicones e petrolatos, os óleos são muito versáteis. Podem ser usados inclusive na função de óleo corporal, para as mãos e pés. Sempre dosando a quantidade – mas toda hora ela fala isso! rs – sim, é porque um produto natural a gente ganha pela frequência de uso e não pelo exagero nas aplicações!

      Beijos enormes!

  8. Fefa, tenho usado shampoo sólido de maracujá e cedro há um mês e ainda não deu muito certo… Dois dias de lavagem ele fica bom, mas no terceiro fico com a sensação que ele está acumulando no couro cabeludo… Ai uso um anti resíduos ou outro shampoo sem sulfato, mas não tão natural, e no dia seguinte lavo com o shampoo sólido novamente e o cabelo fica bom.
    Seria adaptação ainda ou eu deveria tentar outro shampoo? Meu cabelo ainda não tá bonito e brilhoso… 🙁

    • Fernanda, tudo bem? Que bom esse comentário, já que pode ser a dúvida de muitas pessoas. Na verdade, há sim uma fase de adaptação que é muito particular em cada cabelo, porque ela depende de muitos fatores, desde os tipos de produtos que utilizamos ao longo da vida, uso ou interrupção de medicamentos e até mesmo a alimentação. Todos esses hábitos do nosso cotidiano são fatores que interferem nessa nossa adaptação. Pelo seu relato: há uma readequação da biota do seu couro cabeludo a essa limpeza mais suave dos shampoos naturais sólidos. Quando isso acontece, eu sempre recomendo intercalar o uso (ou usar como pré shampoo 2x na semana) com um sabonete natural de argila, que pode funcionar como um antirresíduos natural, é o caso, por exemplo, do sabonete de argila verde e tea tree ou o argila vermelha (que é mais suave que o primeiro). Muitas vezes funciona intercalando. Ou seria o caso de experimentar outro shampoo da linha de oleosos, como o shampoo de copaíba e ucuuba, por exemplo. =) Você usa condicionador? (acho que já conversamos por e-mail, mas quero acompanhar essa sua transição, conte-me por e-mail a evolução no decorrer dos dias, as vezes posso demorar um pouquinho pra responder – pois faço isso pessoalmente com todas as mensagens, mas eu respondo, viu?). Um beijo de lavanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *